PUBLICIDADE

Topo

Bike melhora saúde física e mental; veja como pedalar com segurança

Fernando Guerreiro

22/08/2020 04h00

Foto: Marcelo Pereira / Secom

Com as ciclovias, ciclofaixas e "ciclofaixas de lazer", reabertas há cerca de um mês em  São Paulo, muitas pessoas aproveitam a oportunidade para se exercitar, ter um momento de diversão ou até mesmo para se locomover até o trabalho.

A finalidade não é relevante, mas o número de ciclistas sim. É incrível ver que muitas pessoas aderiram ao pedal nessa pandemia, economizando muitas vezes tempo e dinheiro para trabalhar, mas, acima de tudo cuidando do meio ambiente e da saúde. Ou ver famílias aproveitando o final de semana para praticarem juntos uma atividade de lazer saudável, em que podem enxergar a cidade com outros olhos.

Seja por diversão, seja como meio de transporte, pedalar é um exercício incrível para o corpo e para a mente. No entanto, a atividade exige cuidados importantes para evitar acidentes, sofrer uma lesão mais greve em uma queda (uma hora ou outra ela vai acontecer) e se proteger do coronavírus nesse momento em que vivemos. Veja algumas dicas:

– Use máscara ao pedalar na rua Ainda estamos passando por um momento em que todos devem assumir a responsabilidade de cuidar uns dos outros. Mesmo que possa ser desconfortável, sua máscara preservará a sua saúde e a de outras pessoas que estão na rua. Portanto, use máscara ao pedalar e leve sempre mais de um acessório de proteção ao sair para praticar exercício, pois a máscara deve ser substituída quando ficar úmida.

– Use capacete Esse item é obrigatório, indispensável. Em alguns lugares, existe até multa para quem anda de bicicleta sem capacete.  A proteção vai além de não deixar bater a cabeça no chão numa eventual queda. Também protege em uma colisão frontal, ou que você machuque a cabeça ao bater em um galho (numa trilha ou até mesmo na cidade, no parque). Pense bem, mesmo em um passeio tranquilo ou uma ida até a padaria, o risco de acidente sempre existe.

– Cuidado com fone de ouvido Eu amo ouvir música enquanto pedalo. Porém, isso não é indicado quando se está andando de bicicleta no trânsito (mesmo que na ciclovia), pois a música pode tirar sua atenção e impedir que ouça um carro ou um ônibus se aproximando, por exemplo. Em ciclovias longe do trânsito, como a da Marginal Pinheiros ou de parques, tudo bem usar fones, mas escute a música em volume baixo. Assim, você ainda consegue ouvir a buzina ou o barulho de outro ciclista que está se aproximando.

– Verifique os freios Antes de sair de casa e antes de sair da estação (se você usa Metrô ou trem para chegar até a ciclovia, por exemplo), é muito importante chegar se os freios estão funcionando corretamente. Também é muito importante fazer uma manutenção regular desse item de segurança.

– Sinalize ao virar, diminuir a velocidade Na ciclovia/ciclofaixa e, principalmente, no trânsito, é muito importante sempre demonstrar para os carros ou o ciclista de trás qual será sua ação sobre a bike. Sinalize com as mãos quando for virar para a direita ou esquerda e ao reduzir a velocidade. E evite parar de uma vez, bruscamente. Para qualquer conversão, aponte a direção que irá seguir com uma das mãos, tanto para outros ciclistas e até mesmo para pedestres saberem sua direção.

– Respeite as leis de trânsito Na rua, a bicicleta segue as mesmas regras dos carros. Então, pedale sempre na mão correta do trânsito, pare no sinal vermelho, dê preferência aos pedestres etc. Se precisar atravessar uma rua, desça da bike e cruze a faixa de pedestre a pé, empurrando a bicicleta. Em hipótese alguma ande na contramão, mesmo que para isso seja preciso fazer um trajeto maior. Os motoristas têm uma visão reduzida de um ciclista na contramão e o risco de acidente é grande. Mesmo que o ciclista não seja atropelado, ele pode fazer com que um carro desvie bruscamente e se choque com outro veículo.

Guarde seu lixo Evite dispensar qualquer objeto na rua. Além de ser falta de educação e prejudicial ao meio ambiente, se o seu lixo ficar na pista, os próximos ciclistas a passarem por ali podem escorregar e cair, sem falar que com as chuvas esse lixo somado a outros favorecem os alagamentos. Portanto, deixe seu lixo no bolso ou na mochila e o descarte depois, no lugar correto.

Não use a calçada Ela é local de pedestres, você pode atropelar alguém com os reflexos lentos ou bater de frente com um idoso e machucá-lo gravemente. Ao pedalar em ruas em que não há ciclovia/ciclofaixa, use sempre a lateral direita da pista –quando há corredor de ônibus do lado direito, você deve ficar sempre na lateral direita da faixa de carros, nunca ande no corredor de ônibus. Como o número de ciclistas tem crescido, os motoristas estão cada vez mais conscientes e entendendo a divisão do espaço com as bicicletas.

Não é tão difícil, não é mesmo?

Se cada um fizer sua parte todos conseguirão se divertir ou chegar ao trabalho com segurança.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Fernando Guerreiro é formado em Educação Física, especializado em treinamento funcional e ultramaratonista. Também é head coach da We Move Brasil, equipe especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Sobre o Blog

Dicas e mensagens motivacionais para os homens que desejam melhorar a cada dia seu estilo de vida através da atividade física. Um espaço para tirar dúvidas e também para encontrar a motivação que o levará a quebrar barreiras físicas e mentais.