PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Exagerou na comilança? Está tudo bem, não precisa "tirar o atraso"

Fernando Guerreiro

28/12/2019 04h00

iStock

Por maior que seja a disciplina, ou por mais claros que estejam os objetivos, nesta época do ano os resultados de treino e alimentação não dependem só de nós, mas sim dos grupos e lugares que escolhemos para passar as festas de fim de ano. E esse é o motivo pelo qual muitas pessoas acabam saindo um pouco da linha, mas não necessariamente perdendo o foco, apenas aproveitando com mais intensidade a comilança.

Logo após todas essas festas um sentimento é quase que único: "EXAGEREI!"

E sim, pode ser que todos tenhamos exagerado, porém não precisamos nos cobrar tanto e no sentir culpados por termos aproveitado um pouco a mais. Sempre que esse sentimento tomar conta de nós é como se o que fizemos dias atrás, os momentos de diversão e alegria, não tivessem valido a pena, ao invés de ter sido um tempo de qualidade com nossos amigos e familiares foi um tempo de condenação.

Calma, provavelmente você está pensando no seu plano de academia, na dieta restrita, em aproveitar-se de práticas mais agressivas para perder peso. Não precisa disso, provavelmente em todos os anos anteriores você não conseguiu dar sequência nos seus planos por causa do desespero da autoculpa, mas neste ano não deixe isto tomar conta de você.

Continue com suas metas, vá com calma, deixe que seja uma nova temporada agradável de treinos e alimentação leve e com prazer.

Você não precisa tirar o atraso, só continue se exercitando normalmente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Fernando Guerreiro é formado em Educação Física, especializado em treinamento funcional e ultramaratonista. Também é head coach da We Move Brasil, equipe especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Sobre o Blog

Dicas e mensagens motivacionais para os homens que desejam melhorar a cada dia seu estilo de vida através da atividade física. Um espaço para tirar dúvidas e também para encontrar a motivação que o levará a quebrar barreiras físicas e mentais.

Blog do Fernando Guerreiro