Topo
Fernando Guerreiro

Fernando Guerreiro

Categorias

Histórico

Tem sofrido com cãibras? Veja dicas para não sofrer mais com elas

Fernando Guerreiro

15/06/2019 04h00

Crédito: iStock

É sempre na pior hora que as cãibras aparecem, não é mesmo? Extremamente dolorosas, são causadas por contrações muito fortes ou pela falta de relaxamento muscular. Quando o músculo contrai e não consegue relaxar novamente, provoca uma tensão muscular que resulta em dores, desconfortos e, dependendo da região ou da contratação, pode até provocar lesões musculares.

Você sabe o que provoca cãibras com mais frequência?

– Alto grau de fadiga: quando o corpo está exposto há uma carga ou período de treino além do seu condicionamento ou do que ele está suportando. Para algumas pessoas, treinar com grande volume e intensidade também é sinal de que os resultados estão cada vez mais próximos do objetivo, mas deve-se tomar cuidado com os excessos. Algumas lesões podem surgir com isso e as cãibras podem se tornar cada vez mais frequentes. Saber a hora de descansar também se torna um treino.

– Desidratação: durante o exercício físico nosso corpo perde muitos líquidos e junto com esses líquidos perdemos uma quantidade considerável de sais minerais importantes na contração e relaxamento muscular. A água tem uma importância além do que imaginamos para os nossos músculos, ela é responsável por equilibrar os minerais e por limpar as vias de sinalização de contração e relaxamento da musculatura. Ainda falando de líquidos, podemos evitar a desidratação com outras bebidas ricas em eletrólitos e carboidratos, mais conhecido como isotônico (ter um profissional da nutrição pra te indicar quais e quanto se deve usar é importante.)

Prevenir é muito melhor do que remediar

  • Alimente-se de acordo com a sua carga de treino, escute as necessidades do seu corpo, não o que fulano ou ciclano está fazendo;
  • Descanse, o excesso levará você ao fracasso, tire pelo menos um dia da semana pra não fazer nada, curta seus amigos e família nesse dia, tire boas horas de sono;
  • Evite treinos intensos depois de curtos períodos de sono;
  • Hidrate-se antes, durante e depois do treino, ou seja, sua vida não é apenas o momento que você está treinando, eduque seu corpo a beber água durante o dia, saiba se você precisa fazer uso de outras bebidas além da água;
  • Alongue-se, o alongamento promove relaxamento dos músculos. Além disso, você acabará com o encurtamento muscular, conseguirá se exercitar com menos tensão;
  • Treine de forma progressiva, eduque sua mente pra levar seu corpo até o fim. A vida não é uma prova de 100 m, mas uma maratona e você precisará passo a passo ir até a linha de chegada;

Talvez você olhe pra algumas dicas e fale: "fazer isso é muito chato, odeio". Melhor você fazer um pouco do que você não gosta do que deixar de fazer muito o que você gosta!

Sobre o autor

Fernando Guerreiro é formado em Educação Física, especializado em treinamento funcional e ultramaratonista. Também é head coach da We Move Brasil, equipe especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Sobre o Blog

Dicas e mensagens motivacionais para os homens que desejam melhorar a cada dia seu estilo de vida através da atividade física. Um espaço para tirar dúvidas e também para encontrar a motivação que o levará a quebrar barreiras físicas e mentais.