Topo
Fernando Guerreiro

Fernando Guerreiro

Categorias

Histórico

Queda na libido, na imunidade e fadiga: conheça sinais do excesso de treino

Fernando Guerreiro

2020-10-20T18:04:00

20/10/2018 04h00

Crédito: iStock

Praticar atividade física regularmente traz muitos benefícios para a saúde e ajuda a inibir doenças como hipertensão e diabetes, além de aumentar sua energia no dia a die e auxiliar no emagrecimento.

Lógico que para conseguir tudo isso é necessário se dedicar, e muitas pessoas levam a coisa tão a sério que logo entram na onda do "sem dor, sem ganho", de querer sempre ir além dos limites. Mas até que ponto treinar ao extremo, sem um bom descanso e recuperação pode ser o melhor caminho? Devemos tomar muito cuidado com os excessos, pois fazer exercício de forma exagerada pode trazer o resultado oposto do esperado.

Após a atividade física, o corpo precisa de um tempo para se recuperar. Mesmo que cada um tenha seus limites individuais e não exista uma regra, é importante para todos os praticantes permitir um descanso para o corpo entre os treinos e ter ao menos um dia de descanso completo na semana. Quando isso não acontece, seu organismo pode sofrer um esgotamento e os resultados são perigosos. Em longo prazo, você pode ter um overtrainng.

Como identificar que estou exagerando no treino?

É difícil determinar qual o limite de atividade física para uma pessoa, pois cada organismo reage de uma forma. Mas diversos sintomas ajudam a identificar se você está treinando demais e o corpo está sofrendo grande estresse físico, como:

  • Estagnação de peso Isso pode acontecer porque o excesso de exercício afeta seu estado hormonal e prejudica o metabolismo.
  • Perda de massa magra e diminuição da força Quando não há um tempo de descanso adequado, os tecidos musculares não se recuperam o suficiente e são prejudicados.
  • Alterações no humor e no sono A soma de mudança no sistema nervoso e hormonal pode provocar insônia ou distúrbio no sono regular, resultando na incapacidade de focar na rotina. Isso acontece porque o cérebro terá dificuldades de produzir hormônios suficientes para equilibrar com os níveis de cortisol.
  • Falta de libido e alterações nos ciclos menstruais O estresse no organismo interfere diretamente na produção de hormônios sexuais, como testosterona e estrogênio.
  • Baixa imunidade Estar excessivamente fatigado desequilibra o sistema imunológico, o que pode aumentar inflamações do corpo e o risco de você ter gripes e resfriado constantemente.
  • Sede em excesso Independentemente da quantidade de líquidos que você bebe, a sensação não vai embora.
  • Prolongação da dor muscular Depois de um treino, o normal é sentir desconfortos musculares por até um dia ou dois. Se a incômodo exceder 72 horas, é o momento de parar e descansar. A dor prolongada é um sinal de que os músculos não estão se recuperando bem, o que impacta negativamente nos seus esforços de fortalecimento muscular.

Quando você sente alguns desses sintomas, é hora de mudar um pouco sua rotina de exercícios. Dê uma pausa nos treinamentos para oferecer ao corpo e à mente o tempo necessário de recuperação. Em alguns casos, descansar um ou dois dias já é suficiente, mas isso é uma questão individual.

Alguns casos não exigem descanso total, apenas uma diminuição da intensidade, do volume ou da carga de atividade física. Exemplo: se você sempre faz 4 séries para cada exercício, reduza para 2 e diminua o peso também. Está acostumado a correr por 1 hora. Faça treinos mais leves de 30 minutos.

Além de descansar ou reduzir o treino, uma boa massagem e terapia de contraste de temperatura (quente e gelo) também contribuem para a recuperação física. Mais: procure manter uma alimentação balanceada, que forneça ao corpo todos os nutrientes necessários. Em alguns casos, suplementos vitamínicos podem ajudar. Consulte-se com um nutricionista para adequar seu cardápio e saber se há necessidade da suplementação.

Redefina seus limites e treine de forma inteligente.

Sobre o autor

Fernando Guerreiro é formado em Educação Física, especializado em treinamento funcional e ultramaratonista. Também é head coach da We Move Brasil, equipe especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Sobre o Blog

Dicas e mensagens motivacionais para os homens que desejam melhorar a cada dia seu estilo de vida através da atividade física. Um espaço para tirar dúvidas e também para encontrar a motivação que o levará a quebrar barreiras físicas e mentais.