Blog do Fernando Guerreiro http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br Dicas e mensagens motivacionais para os homens que desejam melhorar a cada dia seu estilo de vida através da atividade física. Sat, 17 Aug 2019 07:00:05 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 O projeto verão começa no inverno! Veja 5 dicas para definir o corpo http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/17/o-projeto-verao-comeca-no-inverno-veja-5-dicas-para-definir-o-corpo/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/17/o-projeto-verao-comeca-no-inverno-veja-5-dicas-para-definir-o-corpo/#respond Sat, 17 Aug 2019 07:00:05 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=822

Crédito: iStock

A temporada de frio afastou você dos treinos da mesma forma que a chegada do verão o deixa desesperado para entrar em forma?

Pois é, hoje esse post é para você que não quer deixar para a última hora e pagar um alto preço para tentar entrar no “shape” para o verão. Pois isso muitas vezes leva a dietas severas e malucas e treinos arriscados.

Se começar já a mudar de hábitos, é possível estar em forma para o verão com algumas atitudes simples, que não exigem grandes sacrifícios porque estamos falando de um planejamento saudável para conquistar ótimos resultados estéticos e de performance pessoal.

1- Sono de qualidade pesquisas comprovam que apenas duas noites maldormidas já são suficientes para alterar todo o metabolismo do organismo, o que pode aumentar um hormônio responsável pelo aumento de apetite (grelina)  e ao mesmo tempo pode diminuir os índices da leptina, substância que inibe a fome. O resultado prático, uma pesquisa publicada na Annals of Internal Medicine concluiu que pessoas que dormem mal comem em média 20% a mais do que pessoas que tem o sono regulado.

2- Alimentos naturais ajudam a melhorar o trânsito intestinal, também combatem a retenção de líquidos, são excelentes para acelerar o metabolismo, dão maior sensação de saciedade, enganando a fome. O consumo de alimentos saudáveis também auxiliam na queima de gordura, são excelentes “remédios” para emagrecer com saúde.
Na maioria dos casos o mais importante não é reduzir a quantidade de alimentos para reduzir a quantidade de calorias diárias, mas sim ter uma consciência da prioridade que tem dado a qualidade dos alimentos nas refeições.

3- Exercícios intensos, estudos da Universidade Laval (AUS), mostraram que as sessões cardiovasculares mais intensas resultaram numa maior perda de gordura ao longo do tempo em comparação as sessões mais longas e de baixa intensidade. Esse resultado de deve a maior quantidade de calorias queimadas durante os treinos, resultando em maior perda de gordura. São treinos que aceleram mais o metabolismo, promovendo uma queima de gordura até mesmo após o final do exercício.

4- Planejamento, não deixe pra ultima hora, e de forma desesperada a busca por todo e qualquer método que promete resultados estéticos. Muito importante entender que um bom planejamento trará resultados sustentáveis, ou seja, você não sofrerá mais com o efeito sanfona, emagrece e engorda, e considerando muito a sua saúde, quando existe um bom planejamento você não precisa agredir seu corpo com dietas e treinos severos demais e esse é um ponto importante para evitar lesões no meio deste tempo.

5- Preocupe-se menos com o tipo de dieta que irá fazer, mas tenha cuidado com a qualidade, a mesma coisa com o uso de suplementos e outros produtos que prometem milagres. Não seja dependente da balança, existe coisas mais importantes do que os quilos, como medidas e sua saúde também. Fora que se pesar todos os dias irão te deixar paranóico e você não precisa disso.

Você tem tempo e ferramentas suficientes pra obter resultados incríveis, depende de você se aplicar de forma constante agora, ou desesperadamente mais tarde.

]]>
0
Meditar: sabia que essa hábito pode melhorar sua corrida? http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/10/meditar-sabia-que-essa-habito-pode-melhorar-sua-corrida/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/10/meditar-sabia-que-essa-habito-pode-melhorar-sua-corrida/#respond Sat, 10 Aug 2019 07:00:38 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=813

Crédito: iStock

Quando falamos em meditar, muita gente ainda se imagina como um monge tibetano no topo de uma montanha,  passando horas e horas respirando de olhos fechados. Brincadeiras à parte, na verdade meditar é muito mais simples do que se imagina, e existem passos e estratégias pra você começar e se desenvolver com o tempo.

O tempo de meditação pode começar com apenas 5 minutos por dia, e o interessante é manter prática nos dias seguintes. De início, basta fechar os olhos e se concentrar na respiração (hoje tem muitos apps e vídeos que ajudam a iniciar o processo). Evite tentar eliminar pensamentos ou forçar sua mente, apenas relaxe.

Mas, reforço, é importante que seja continuo, todos os dias, e para que isso aconteça é essencial haver um planejando no seu dia. Ter um horário estratégico e separado para meditar te ajudará nos dias de autossabotagem. Se possível, se programe pra fazer pela manhã, pois assim terá um dia com seu nível de concentração elevado.

E se você continua imaginando o monge meditando, e acha que não é capaz de conseguir ou acha chato demais, saiba que você pode praticar de forma ativa, movimentando o corpo e observando seus gestos de acordo com a respiração. Tem dúvidas de como fazer? Aqui no VivaBem tem uma coluna com dicas para quem quer começar a meditar.

O hábito de meditar te ajudará com o autoconhecimento e, para nós, corredores, a meditação ajudará a melhorar a concentração e o foco.

Outro benefício da meditação é diminuir a ansiedade, não existe coisa mais chata do que não conseguir dormir antes de uma prova e acordar quebrado na manhã do seu desafio, ou ter aquele desarranjo intestinal por causa de um descontrole emocional antes da corrida.

Com essa rotina de meditação você elevará seu nível de consciência e reconhecerá os limites do seu corpo, o que irá proporcionar mais evolução nos treinos e nas provas.

Mesmo que o ideal seja tornar essa pratica diária, o efeito é imediato, na primeira sessão você já conseguirá observar uma mente mais calma e tranquila e concentrada.

]]>
0
Quer emagrecer ou ganhar músculos? Veja como ter foco no treino e chegar lá http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/03/saiba-como-desenvolver-o-foco-para-conquistar-seus-resultados/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/08/03/saiba-como-desenvolver-o-foco-para-conquistar-seus-resultados/#respond Sat, 03 Aug 2019 07:00:09 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=804

Crédito: iStock

Provavelmente, você conhece alguém que sempre está reiniciando uma jornada buscando melhores resultados –e talvez você seja uma dessas pessoas que não conseguem se manter numa rotina até chegar no ponto de conquista.

Obviamente, se alguém está reiniciando sua jornada isso significa que em determinado momento ela interrompeu as suas atividades, você faz ideia do motivo que leva pessoas a desistirem desta jornada?

As respostas mais rápidas são:

  • Estou sem tempo, preciso me dedicar aos estudos, ao trabalho, à família;
  • Estou sem dinheiro, preciso economizar;
  • Estou muito cansado, não consigo acordar cedo ou não tenho foco ou disposição depois do trabalho.

São respostas honestas na maioria das vezes, mas nem sempre são os motivos reais da desistência.

Mas então o que faz alguém desistir de algo que almeja tanto, seja perder peso, seja ganhar músculos, seja cuidar da saúde?

Quantas vezes você iniciou uma dieta de sacrifício, que não durou muito tempo porque o sacrifício era muito maior do que você conseguia carregar ou suportar?

Lembra quando você decidiu voltar para o treino, voltou com tanto gás e empolgação que saiu dizendo que nunca mais retornaria naquele lugar de tanto que sofreu durante o exercício? Sem contar com as dores do dia seguinte que mal deixavam você andar direito.

Um dos grandes fatores de desistência é determinar uma meta que você não está preparado para buscar, ou uma meta que não faz sentido para o que você espera ter como resultado. É algo que se torna muito mais uma punição do que um caminho para ser feliz com os novos resultados.

Estipular novos objetivos requer um pouco de autoconhecimento, como seu corpo está e o quanto ele aguenta, e ai entra a importância de um profissional sensato que vai te ajudar a começar de uma forma que não irá te frustrar.

Quantas vezes por semana você conseguirá se exercitar sem comprometer sua agenda?
Uma rotina alimentar que você seja capaz de cumprir, mantendo os nutrientes necessários. Nesse ponto fazer a dieta que você viu alguém fazendo e deu certo não significa que pra você também dará certo, saiba o que seu corpo precisa eliminar e o que ele necessita pra se manter funcionando.

Da mesma forma que ter metas severas demais te levará a frustração, não ter objetivos te deixa solto demais pra fazer do seu jeito ou quando quiser, e ai meu amigo, você estará sempre na mesma condição. Até pelo fator motivacional é importante ter uma meta, que te estimule e faça com que você se condicione.

Pra que você consiga ter o foco que precisa sem se frustrar no meio do caminho é necessário ter equilíbrio, criar metas que são palpáveis, mas que sejam não fáceis demais de se alcançar e que exijam um esforço considerável.

Tenha metas a longo prazo, isso é importante, mas, as metas de curto prazo servirão como degraus pra construir a escada pra sua chegada no topo, que é seu grande objetivo. Esses degraus vão te mostrar o tempo todo que está valendo a pena, e pouco a pouco você está no caminho certo, e desta forma é certo que você se sentirá estimulado e motivado pra ir até o fim.

]]>
0
Sua postura não está legal? Veja cuidados para minimizar problemas http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/27/sua-postura-nao-esta-legal-veja-cuidados-para-corrigir-o-problema/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/27/sua-postura-nao-esta-legal-veja-cuidados-para-corrigir-o-problema/#respond Sat, 27 Jul 2019 07:00:49 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=797

Crédito: iStock

Pesquisas mostram que aproximadamente 80% das pessoas sofrem com dores na coluna, e que na sua grande maioria a causa dessas dores é a postura inadequada nas atividades do dia a dia, ou em algo tão simples como ler esse post com o corpo todo torto e, ao final desta breve leitura de minutos, tentar se mexer e sentir uma tensão em alguns pontos do corpo.

Existem muitas dores e desconfortos que podem ser evitados corrigindo a maneira como posicionamos nosso corpo enquanto estamos executando nossas tarefas, e hoje vou falar de dois sintomas de má postura e o que pode ser feito para melhorar esse quadro.

Umas das principais dores é na região da lombar. Quando ficamos muito tempo na mesma posição, nossos músculos começam a ficar estressados e com isso ficam mais rígidos e a sensação de desconforto é imediata, você consegue imaginar o quanto isso piora quando os músculos tentam corrigir uma postura inadequada das vértebras para evitar um possível lesão ou desvios na coluna?

O ideal para evitar essas dores nas costas é sentar sempre sentar numa posição confortável e, sempre que possível, fazer alguns movimentos, mudar de posição para aliviar esse estresse. Outra dica é um bom fortalecimento do abdome, essa musculatura é responsável pela sustentação do tronco.

Outra dor muito comum é na região da nuca, trapézio e pescoço, que normalmente vem pegando toda a região, e você até acha que é um torcicolo, mas o detalhe da sua mesa do computador, de leitura ou estudo ser mais alta ou mais baixa em relação a sua cadeira, por exemplo, já tira você de uma posição confortável e seus músculos acabam tensionando para poder sustentar essa posição inadequada.

Preste atenção quando for sentar, hoje a maioria das cadeiras vem com ajustes de altura, tente manter-se numa posição em que os seus braços fiquem relaxados sobre a mesa e você não precise curvar o pescoço pra ler ou digitar. O ideal é que sua tela ou livro esteja na mesma linha dos seus olhos, para que você possa manter uma posição natural.

Outro vilão é o celular, a forma com que interagimos com ele na verdade. Na maioria das vezes que usamos o celular estamos olhando para baixo e forçando uma posição inadequada. Como hoje em dia o uso do celular é estendido e passamos muito tempo mexendo no aparelho, tente sempre segurá-lo na altura do rosto, ou usar um suporte para isso.

Essas dores são geradas principalmente durante a jornada de trabalho, tente sempre que possível fazer pausas curtas para se mexer e diminuir a tensão acumulado nos músculos. Além disso, tenha uma rotina de atividade física, um dos melhores remédios para prevenir essas dores e te corrigir no dia a dia.

]]>
0
Fazer exercícios abdominais queima a gordura localizada na barriga? http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/20/fazer-exercicios-abdominais-queima-a-gordura-localizada-na-barriga/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/20/fazer-exercicios-abdominais-queima-a-gordura-localizada-na-barriga/#respond Sat, 20 Jul 2019 07:00:19 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=791

Crédito: iStock

Já ficou na academia fazendo longas séries de abdominais na esperança de queimar as gordurinhas localizadas? Provavelmente todos nós já passamos por isso, inclusive de sair com o pescoço dolorido do treino, porém, a definição dos gominhos não chegou. Mas qual o erro ou problema nessas séries de abdome que não queimam a gordura localizada?

Claramente fazer exercícios para o abdome tem sua função no ganho do tanquinho. Você dificilmente conseguirá ter um abdome trincado se não tiver um treino adequado para a região. No entanto, fazer apenas exercícios para o abdome não derrete a capa de gordura que está por cima dos músculos. E é essa capa que não permite que o abdome se mostre trincado mesmo quando os músculos da barriga estão muito bem treinados.

Para queimar essa gordura localizada é necessário fazer um treino cardiovascular (procure um profissional da área pra te auxiliar) e também exercícios de força para o corpo todo, além de sincronizar os exercícios com uma dieta equilibrada e direcionada para a perda de gordura.

Os músculos abdominais são iguais aos de todo o restante do corpo e precisam ser treinados de forma correta. O excesso de repetições não é o melhor caminho, como muitos pensam. Você não precisa fazer uma série de 100 repetições esperando que seu abdome fica trincado. E também tome cuidado com quantas vezes por semana você irá treinar a região. Diariamente, esses músculos já sofrem diferentes estímulos em atividades do dia a dia. Por isso, é fundamental pelo menos intercalar os dias de treino.

Foque nos exercícios localizados, intensifique seus treinos cardiovasculares, adapte uma dieta ao seu objetivo e rasga esse abdome, logo!

]]>
0
Veja o que fazer na semana da prova para estrear bem em uma corrida http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/13/veja-o-que-fazer-na-semana-da-prova-para-estrear-bem-em-uma-corrida/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/13/veja-o-que-fazer-na-semana-da-prova-para-estrear-bem-em-uma-corrida/#respond Sat, 13 Jul 2019 07:00:45 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=777

Crédito: iStock

Tensão, ansiedade, emoção… Essas palavrinhas atormentam todos os corredores na semana antes de ir para uma competição.

Relaxe. Lembre-se de que você se preparou para essa corrida, dedicou horas e horas focado no seu objetivo. Além disso, é importante tomar alguns cuidados básicos para não dispersar tudo o que foi conquistado nos treinos e acabar não indo tão bem na sua prova.

1 – Cuidado com mudanças bruscas na sua rotina, é muito importante manter aquilo que já vem sendo trabalhado. Alimente-se normalmente, mantenha os treinos da planilha, o mesmo tempo de sono.

2 – Nem mais nem menos, nesta última semana dificilmente você conseguirá melhorar a sua performance ao ponto de baixar o seu tempo na prova. Portanto, não tente ser um super-herói, faça treinos regenerativos e mantenha o corpo ativo sem exageros.

3 – O ideal para essa semana pré-prova é garantir a segurança do seu corpo. Cuidado com atividades extras que podem dispor algum tipo de lesão, como esportes de contato, e também com gastos calóricos excessivos –manter a energia do corpo é fundamental.

4 – Em relação à alimentação, não é indicado mudar os hábitos alimentares nessa semana. Então, nem pensar em começar uma dieta nova. O seu corpo já está acostumado com aquilo que você se alimenta. Qualquer alteração deve ser feita no período de treinos e testada bem antes da competição.

5 – Descanse o máximo que puder. Sabemos que é difícil por conta da ansiedade deitar e pegar no sono, mas tente ir para cama mais cedo e adaptar seu corpo a ter de acordar na hora da largada, ainda mais se o seus treinos não são cedo. É importante que seu corpo entre nesse fluxo.

Lembre-se, você já está se preparando para essa corrida, relaxe e desfrute das melhores sensações que o esporte pode dar.

]]>
0
Evite erros que provocam a perda de massa muscular http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/06/evite-erros-que-provocam-a-perda-de-massa-muscular/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/07/06/evite-erros-que-provocam-a-perda-de-massa-muscular/#respond Sat, 06 Jul 2019 07:00:53 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=771

Crédito: iStock

Quem pratica atividade física de forma constante e intensa precisa manter a atenção para não cair no catabolismo muscular, mas o que é isso?

Catabolismo muscular é quando acontece a degeneração dos tecidos musculares, que pode ser provocada por alguns fatores: má alimentação, excesso de bebida alcoólica, falta de sono, treinos que excedem os limites fisiológicos.

É muito importante se atentar e não cometer esses erros, para permitir que o organismo consiga fazer uma boa regeneração dos tecidos musculares. Assim, você terá condições de aumentar a massa muscular, elevar a intensidade nos treinos e, dessa forma, atingir seus resultados de forma segura e eficaz.

Como você pode evitar o catabolismo?

1 – Dê ao seu corpo as substâncias necessárias para a recuperação adequada, como carboidratos, proteínas, gorduras, água, vitaminas, minerais e antioxidantes. Dietas que não são balanceadas ou preparadas para a necessidade do seu corpo devem ser reavaliadas.

2 – Entenda e respeite o tempo de descanso do corpo. Dar esse tempo permite que os músculo se regenerem;.

3 – Treine de forma coerente ao seu condicionamento físico, respeite o número de repetições, a carga que irá utilizar e o tempo de cada sessão de treino. Excessos podem custar caro. Para quem treina sozinho e monta sua própria série de exercícios, com de dicas e redes sociais, fique atento até onde isso está sendo benefício.

Não é errado você ter objetivos estéticos, mas os cuidados com corpo e com a saúde devem andar sempre lado a lado. Então, todo cuidado é válido tanto para quem deseja ganhar massa muscular, quanto para emagrecer ou diminuir o tempo na corrida… Nunca vale a pena colocar a sua saúde em risco por qualquer outro tipo de resultado, performance ou beleza. Não perca a noção e muito menos o respeito pela sua saúde.

]]>
0
Não é só alongamento: pilates tonifica músculos e tem vários benefícios http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/29/nao-e-so-alongamento-pilates-tonifica-musculos-e-tem-varios-beneficios/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/29/nao-e-so-alongamento-pilates-tonifica-musculos-e-tem-varios-beneficios/#respond Sat, 29 Jun 2019 07:00:35 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=767

Crédito: iStock

Você ainda olha para o pilates apenas como um exercício de alongamento, para pessoas de idade mais avançada o que buscam bem-estar?

Ao ver a atividade “de fora”, ela pode parecer leve, pois muitos exercícios não exigem peso ou carga, são momentos lentos e bonitos… Mas é quando você faz a sua primeira prática que tudo isso é desmistificado.

O pilates é uma atividade ótima, indicada para qualquer idade, com qualquer condicionamento físico, por se tratar de uma modalidade de baixo impacto e poucas repetições.

Porém, isso não significa que os exercícios são fáceis. Cada praticante vai graduando seu nível de acordo com o desempenho, necessidade ou objetivo.

Há, sim, exercícios que trabalham o alongamento e buscam mobilidade articular. Mas o método não se resume apenas a isso. Também é possível trabalhar e fortalecer o corpo como um todo. O pilates possui uma variedade enorme de exercícios que trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo, exigindo uma boa consciência corporal e postural também.

Os aparelhos podem ajudar ou dificultar a execução dos movimentos, buscando desafios, o que gera sempre novidades nas práticas. Desta forma, cada uma se desenvolve de acordo com suas necessidades, seja na melhora da postura, seja performance esportiva.

Entre os benefícios do pilates, temos:

– Aumento da resistência física e concentração mental;
– Aumento da flexibilidade;
– Corrige a postura;
– Aumento do tônus muscular, especialmente no core;
– Melhora coordenação motora;
– Redução de dores musculares.

Nessa mudança de ótica do pilates, já existem muitos atletas profissionais e amadores que se beneficiam do método e o usam como base para seus treinamentos, obtendo mais equilíbrio muscular e melhora na execução dos movimentos.

Vai nessa, experimente.

]]>
0
Treinos curtos e intensos trazem mesmo melhores resultados? http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/22/treinos-curtos-e-intensos-trazem-mesmo-melhores-resultados/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/22/treinos-curtos-e-intensos-trazem-mesmo-melhores-resultados/#respond Sat, 22 Jun 2019 07:00:13 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=763

Crédito: iStock

Com a popularização de treinos curtos e intensos como o HIIT, uma dúvida que muitas pessoas têm é de quanto tempo os seus treinos devem durar. Se devem investir em treinos curtos com alta intensidade ou treinos mais longos com intensidade mais baixa.

Exemplo: o que é melhor? Correr 1 km na velocidade máxima que puder ou correr 5 km num ritmo tranquilo que você possa ir até o fim?

Precisamos entender que são diferentes estratégias de treinamento, as duas estratégias podem ser bem utilizadas na mesmo macroperiodização, segundo o médico do esporte Dr. Diego Dias (RQE 11617). Mas as duas formas de estimulação promovem de maneira eficaz o resultado de consumo energético e podem beneficiar a estimulação muscular de diferentes maneiras. Ou seja, não existes melhor ou pior. As duas funcionam e devem ser adotadas conforme o objetivo, experiência no treino, tempo disponível e motivação de cada aluno.

Nos treinamentos com períodos mais curtos a intensidade deverá ser mais alta, podendo ser elevada por meio de carga, velocidade, inclinação, tempo de descanso etc. Já nos treinos mais longos buscamos uma compensação da intensidade mais baixa pelo tempo que o corpo se mantém em atividade, exercícios em que frequência se mantém mais estável e controlada.

Optar por apenas uma estratégia de treino nem sempre será a melhor escolha, até porque o seu corpo com passar do tempo irá se adaptar aos estímulos. Para que você tenha mais resultados e as suas séries de treinamentos sejam mais eficazes, procure alternar os estímulos de baixa e alta intensidade ou passar por uma periodização adequada, de acordo com a busca dos seu resultados.

]]>
0
Tem sofrido com cãibras? Veja dicas para não sofrer mais com elas http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/15/tem-sofrido-com-caibras-veja-dicas-para-nao-sofrer-mais-com-elas/ http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/2019/06/15/tem-sofrido-com-caibras-veja-dicas-para-nao-sofrer-mais-com-elas/#respond Sat, 15 Jun 2019 07:00:15 +0000 http://fernandoguerreiro.blogosfera.uol.com.br/?p=750

Crédito: iStock

É sempre na pior hora que as cãibras aparecem, não é mesmo? Extremamente dolorosas, são causadas por contrações muito fortes ou pela falta de relaxamento muscular. Quando o músculo contrai e não consegue relaxar novamente, provoca uma tensão muscular que resulta em dores, desconfortos e, dependendo da região ou da contratação, pode até provocar lesões musculares.

Você sabe o que provoca cãibras com mais frequência?

– Alto grau de fadiga: quando o corpo está exposto há uma carga ou período de treino além do seu condicionamento ou do que ele está suportando. Para algumas pessoas, treinar com grande volume e intensidade também é sinal de que os resultados estão cada vez mais próximos do objetivo, mas deve-se tomar cuidado com os excessos. Algumas lesões podem surgir com isso e as cãibras podem se tornar cada vez mais frequentes. Saber a hora de descansar também se torna um treino.

– Desidratação: durante o exercício físico nosso corpo perde muitos líquidos e junto com esses líquidos perdemos uma quantidade considerável de sais minerais importantes na contração e relaxamento muscular. A água tem uma importância além do que imaginamos para os nossos músculos, ela é responsável por equilibrar os minerais e por limpar as vias de sinalização de contração e relaxamento da musculatura. Ainda falando de líquidos, podemos evitar a desidratação com outras bebidas ricas em eletrólitos e carboidratos, mais conhecido como isotônico (ter um profissional da nutrição pra te indicar quais e quanto se deve usar é importante.)

Prevenir é muito melhor do que remediar

  • Alimente-se de acordo com a sua carga de treino, escute as necessidades do seu corpo, não o que fulano ou ciclano está fazendo;
  • Descanse, o excesso levará você ao fracasso, tire pelo menos um dia da semana pra não fazer nada, curta seus amigos e família nesse dia, tire boas horas de sono;
  • Evite treinos intensos depois de curtos períodos de sono;
  • Hidrate-se antes, durante e depois do treino, ou seja, sua vida não é apenas o momento que você está treinando, eduque seu corpo a beber água durante o dia, saiba se você precisa fazer uso de outras bebidas além da água;
  • Alongue-se, o alongamento promove relaxamento dos músculos. Além disso, você acabará com o encurtamento muscular, conseguirá se exercitar com menos tensão;
  • Treine de forma progressiva, eduque sua mente pra levar seu corpo até o fim. A vida não é uma prova de 100 m, mas uma maratona e você precisará passo a passo ir até a linha de chegada;

Talvez você olhe pra algumas dicas e fale: “fazer isso é muito chato, odeio”. Melhor você fazer um pouco do que você não gosta do que deixar de fazer muito o que você gosta!

]]>
0